Escolher um curso a distância requer cuidado. Ainda mais quando se trata de um supletivo a distância. Fazer um curso supletivo de má qualidade e pior, não reconhecido pelo governo pode te custar caro. Sem contar todo o tempo perdido.
Então, estamos colocando alguns quesitos a serem observados no momento de escolher o supletivo a distância a ser realizado.

1) Antes mesmo de começar a considerar um curso a distância, verifique se você tem a disciplina necessária para estudar por conta própria.

Cursos a distância tem propostas muito atraentes. Podemos estudar a partir de nossas casas. Podemos progredir no curso conforme nosso trabalho. Mas qualquer curso a distância exige disciplina do aluno. Disciplina até maior do que em um curso presencial, afinal, não terá nenhum professor te cobrando prazos ou estipulando como fazer. Além disso, a pessoa deve correr atrás para tirar suas dúvidas. Enfim, para ser aluno de um supletivo a distância, é necessário que o próprio aluno tenha iniciativa. Sem isso, recomendamos que pare por aqui e procure um curso presencial.

2) Se possível, converse com alguém que já fez algum supletivo a distância. As experiências de uma outra pessoa pode ser útil para ajudá-lo a escolher o curso correto.

3) Consulte no site da secretaria de educação de seu estado ou cidade se o curso em questão possui registro legal e se é reconhecido pelo governo.
4) Entre em contato com a instituição, seja por email ou por telefone. Pergunte sobre como funciona o curso. Pergunte sobre prazos, forma de pagamento, conteúdo, se tem validade junto ao governo, etc. O fato de poder conversar com alguém de forma facilitada já expõe se a instituição é confiável ou não. Ao menor sinal de dificuldade na comunicação com a instituição, desista e procure outra.
5) Verifique se no site tem a metodologia, forma de avaliação e a forma que o conteúdo é passado (vídeos, apostilas, etc.). Se possível, procure algum material disponível gratuitamente no site. É importante ter conhecimento sobre a forma que será apresentado o conteúdo. Este passo é fundamental para evitar desistências no meio do curso.
6) Procure saber sobre as formas de comunicação com os professores e outros alunos. Ter acesso facilitado a meios de discussão e de tirar dúvidas é fundamental para seu sucesso e aprendizado.
7) Pergunte sobre a emissão do diploma. Algumas instituições demoram em emitir o diploma. Normalmente, quem procura um supletivo tem pressa de concluir o curso.
8) Verifique se a instituição escolhida possui endereço físico e telefone. Caso qualquer problema ocorra, é mais fácil lidar com uma empresa que possui endereço físico do que uma totalmente virtual.
Seguindo as dicas listadas, dificilmente terá problemas com qualquer curso supletivo a distância.

{ 0 comments }

 

A Secretaria de Educação do Governo do Distrito Federal está disponibilizando em seu site uma lista de cursos supletivos a distância que estão sendo oferecidos por escolas públicas e particulares do DF, na modalidade EJA.

Por isso, antes de se matricular em um supletivo a distância no Distrito Federal, é importante verificar se o curso consta no site da Secretaria de Educação. Evitar perder dinheiro, tempo e dor de cabeça é importante, e existem muitas escolas que não são confiáveis. Verificar se sua escola consta na lista dá maior segurança na hora da matrícula.

A lista se encontra no link a seguir:

Secretaria de Educação do DF – Lista de supletivos a distância credenciados pelo GDF

 

A lista atualizada até o dia 24/10/2012:

Instituições Particulares

  • Escola CETEB de Jovens e Adultos (Brasília)
  • Centro de Ensino do SESI/DF (Gama)
  • Centro Educacional Brasil Central (Taguatinga)
  • Centro de Ensino do SESI/DF (Taguatinga)
  • Centro de Educação Profissional – CEP (Taguatinga)
  • Centro Educacional D Paula (Taguatinga)
  • Centro Educacional Evolução (Taguatinga)
  • UNI – União Nacional de Instrução (Taguatinga)
  • Colégio Impacto (Brazlândia)
  • * Centro Educacional Alfa (Sobradinho)
  • Centro de Ensino do SESI/DF (Ceilândia)
  • Colégio Mariano (Ceilândia)
  • Escola de Educação Básica e Profissional – Fundação Bradesco (Ceilândia)
  • Centro Educacional ALFA/EAD (Planaltina)
  • Centro Educacional Bandeirantes – CEBAN (N. Bandeirante)
  • * Colégio MDC (Samambaia)
  • CIP – Colégio Integrado Polivalente (Santa Maria)
  • Unicanto Supletivo (Recanto das Emas)
  • Colégio Kadima (Recanto das Emas)
  • Escola de Formação de Trabalhadores em Informátiva – EFTI (Lago Norte)

 

Instituições Públicas

  • CESAS – Centro de Estudos Supletivos Asa Sul (Brasília)

(*) Escola com processo em análise sob perspectiva de aprovação de credenciamento

 

{ 4 comments }

Como escolher um supletivo a distância em São Paulo

August 1, 2012

Como saber se uma determinada instituição de supletivo a distância oferece curso que tenha validade, ou seja, que o diploma seja válido? Pelo menos para quem mora em São Paulo, o CEESP – Conselho Estadual de Educação de São Paulo disponibiliza uma lista de instituições legalizadas a emitirem diplomas de supletivo a distância de Ensino [...]

Read the full article →

Supletivo a Distância – Uma nova modalidade de ensino

July 24, 2012

Muitas pessoas não completaram seus estudos devido as mais diversas circunstâncias: precisaram começar a trabalhar cedo, não tiveram apoio dos pais, não se adaptaram a sala de aula, sucessivas reprovações, etc. O supletivo a distância veio para sanar esta lacuna. Sem precisar atestar presença dia após dia em uma sala de aula convencional, a pessoa [...]

Read the full article →